(21) 3904-4660 / 3592-5017 [email protected]

Qual é o conceito de acidentes de trabalho?

São acidentes que podem ocorrer tanto dentro como fora da empresa quando o funcionário está exercendo alguma atividade a serviço da organização ou mesmo durante o deslocamento, indo ou voltando do trabalho.
Além das perdas pessoais que podem afetar fortemente o trabalhador e a sua família, estes eventos também podem gerar altos custos operacionais e fincanceiros para a empresa.
Este é, portanto, um assunto sério que, se negligenciado, pode resultar em prejuizos preocupantes tanto no plano material, como no social, sem mencionar o impacto sobre a imagem da empresa.
Façamos, então, uma análise de todas as perdas que podem ocorrer para que não restem dúvidas sobre a necessidade da implementação cuidadosa das medidas de segurança e da contratação de profissionais especializados para conduzirem este processo.

Despesas diretas

O afastamento exigido pelo acidente resulta na interrupção da atividade e, aí, quanto mais especializada a função, maior o impacto sobre os custos imediatos.
Nesta etapa, destacam-se os seguintes custos:
interrupção da atividade do colaborador até a adequada substituição;
despesas com a troca/relocação de funcionário (horas extras, contratação, treinamento, adaptação);
pagamento do salário dos primeiros quinze dias de afastamento.

Despesas indiretas e consequências legais

A natureza e as circunstâcias em que ocorrerem os acidentes de trabalho podem acarretar custos adicionais e até inquéritos policiais e processos investigativos como:

  • perícia trabalhista, civil ou criminal;
  • pagamento de indenizações, honorários advocatícios e custas processuais
  • embargo ou interdição da atividade da empresa;
  • majoração da alíquota do FAP, que incide sobre o Seguro Acidente de Trabalho (SAT/RAT) pago mensalmente à previdência social;
  • pagamento de multas e agravamento do passivo trabalhista;
  • aumento na sinistralidade do plano de saúde da empresa;

Perdas materiais e operacionais

Um acidente de trabalho pode gerar prejuízos materiais de grandes proporções e, quando máquinas, equipamentos, matéria prima , além dos possíveis danos às instalações, têm alguma relação com o acidente, as perdas podem ser ainda maiores.
A paralização de um setor da empresa pode trazer sérias consequências na produtividade e no cumprimento dos prazos de entrega.
Mesmo que não ocorra danos materiais, o simples afastamento de um funcionário de sua atividade pode ocasionar perdas operacionais imediatas.

Danos à imagem da empresa

A ocorrência de acidentes de trabalho afetam a imagem da empresa, tanto interna quanto externamente e quando eles são frequentes podem gerar um estigma negativo e podem até influenciar as oportunidades de negócios.
Existem motivos de sobra para todas as empresas, tenham o porte que tiverem, cuidarem com muito carinho da prevenção de acidentes.
Muitas empresas, principalmente as grandes empresas, estão fazendo isto. As estatísticas do ministério do trabalho, entretanto são preocupantes. Ainda há muito o que fazer.
Existe ainda um aspecto que, mesmo entre aquelas empresas que estão bem organizadas neste setor, não está sendo devidamente considerado.
Engenheiros de segurança, técnicos de segurança do trabalho, CIPA, SIPAT e todos os processos implementados na organização são extremamente importantes. Se, porém, os seus colaboradores não entenderem os conceitos, eles não vão colaborar, mesmo quando as práticas sugeridas ou obrigatórias resultem no seu próprio benefício.
É necessário que a comunicação seja clara, que fale na sua língua, que motive. Neste momento, estão faltando profissionais especializados que podem completar este processo e melhorar muito os resultados. Pensem nisto!